Arquivos anuais: 2015

07 out

RONDO: O processador para todos os momentos!

Fotos celular2 043

 

O Implante Coclear (IC), ou mais popularmente conhecido como ouvido biônico, tem transformado a vida de muitas pessoas. É uma tecnologia que muito impressiona e emociona.

E fico feliz com a inovação dos processadores de áudio, que vem evoluindo continuamente e melhorando a qualidade de vida do nosso filho no dia a dia.

Uma grande inovação que está no mercado é o processador de áudio RONDO.

É o primeiro processador de IC em uma única peça no mundo, da empresa Med-El.

Além de toda a sua tecnologia, o RONDO é leve e compacto, totalmente integrado, bobina, unidade de controle e conjunto de baterias em uma única unidade. Menos peças, nenhum cabo, nada atrás da orelha, tudo isso resumindo-se em uma única palavra, liberdade!

Há quase dois anos Alexandre passou a usar essa tecnologia.

2015 215
“Alexandre usando o RONDO mais o WaterWear”

As atividades esportivas e de lazer do nosso filho ficaram mais fáceis e prazerosas, porque o RONDO não fica preso na orelha e facilita muito a realização dessas atividades, e ainda pode mergulhar na piscina e ouvir novos sons com a utilização do acessório WaterWear, que é uma capa adesiva totalmente à prova d’água.

Seja nadando num lago, numa piscina ou no mar, o WaterWear, é reutilizável e proporciona liberdade para o usuário desfrutar de todas as atividades que ama, e é muito útil para as crianças que fazem natação, que agora vão conseguir entender os comandos do professor e interagir com os colegas.

Blog
“Usando a Bandana Sports Headband para jogar futebol”

Outro acessório do RONDO que garante conforto e segurança para a prática de esporte e muitas outras atividades vigorosas é a Bandana apropriada Sports Headband, que protege o processador de áudio de suor e umidade, e não precisa se preocupar com a possibilidade dele sair do lugar ou cair.

Experiências do Alexandre usando o RONDO e seus acessórios no dia a dia:
  • Na piscina: Usando o RONDO mais o WaterWear. Sem dúvida é o que o Alê mais gosta. Depois de 8 anos de vida, ouviu pela primeira vez o som d’água e foi maravilhoso. E o maior benefício é ele poder conversar com os amigos e conosco na piscina e no chuveiro, que agora é possível.

    Blog
    “Brincando sem se preocupar com a possibilidade de seu processador de áudio sair do lugar ou cair”
  • Brincando no parque: Usando o RONDO mais a Bandana Sports Headband. Corre, pula, pratica diversas atividades em um ambiente aberto, tudo o que as crianças adoram, e agora sem a preocupação de oxidar e danificar os processadores.
  • Jogando futebol: Usando o RONDO mais a Bandana Sports Headband. Quase 2 (duas) horas seguidas, depois de muita correria e suando bastante, os processadores continuam secos e funcionando bem, pois a bandana absorve todo o suor e, não nos preocupamos com a possibilidade deles caírem.
  • Andando de Skate: Usando o RONDO mais a bandana e o capacete de proteção juntos. Durante a aula, apesar do suor, o RONDO funciona normalmente, e o Alexandre nos ouve e entende perfeitamente as ordens do professor.
  • Em casa: Usando o RONDO mais a Bandana Sports Headband. Sempre usa, até para dar um descanso para as orelhas, o que facilita também o uso dos fones de áudio por indução. Sem contar as brincadeiras de rolar e pular que se tornam muito mais prazerosas e sem a possibilidade dos implantes caírem.

    blog2
    “Usando fones de ouvido por indução”

As vantagens do RONDO são muitas: conforto, praticidade, inovação e liberdade que proporciona aos usuários, mas o seu maior benefício é permitir a interação com todos ao seu redor e em todos os momentos, sem exceções ou limitações.

Assistam aos vídeos de Alexandre: O primeiro é ele Ouvindo pela primeira vez na piscina usando o processador de áudio RONDO + WaterWear e o segundo é cantando e curtindo em todos os momentos.

 

02 out

Os benefícios da leitura desde cedo

IMG_20150930_200131700Era uma vez…

No mundo do “Era uma vez”, tudo pode acontecer: os bichos falam, um homem pequeno vence um gigante, um patinho feio transforma-se num lindo cisne, príncipes e princesas vivem felizes para sempre…

Não é novidade que a leitura é um hábito benéfico, que nos faz conhecer mundos e ideias.

O hábito da leitura amplia o seu vocabulário e suas habilidades ao escrever e falar, e proporciona a capacidade de interpretação.

Além de informar, a leitura é uma opção de relaxamento, pois quebra a rotina de obrigações, proporcionando ao leitor uma sensação de bem-estar e tranquilidade, um estado mental favorável para desenvolver habilidades duradouras, como raciocínio lógico, capacidade de argumentação, concentração e análise aprofundada de determinado assunto. Esses benefícios se refletem nos estudos, no trabalho e nas relações pessoais.

A prática da leitura deve ser estimulada na infância, para que a criança aprenda desde pequena que ler é algo importante e prazeroso.

Desde cedo, nosso filho teve contato com os livros de história, mesmo quando ele ainda não sabia ler.

Alê visitando o stand de livros em uma Feira. "Leve seu filho a livrarias, bibliotecas e feiras de livros".
Alê visitando o stand de livros em uma Feira.
“Leve seu filho a livrarias, bibliotecas e feiras de livros”.

A leitura foi uma da maneiras de trabalhar as habilidades auditivas e a linguagem oral do Alexandre, usando-a como ferramenta para ajudá-lo no seu desenvolvimento auditivo, sabemos que a literatura é uma parte importante do aprendizado ao longo de sua vida.

No início usávamos os livros com textos curtos e sempre com histórias envolventes que prendiam a sua atenção.

Mostrando as figuras e interpretando a história de uma forma lúdica para que a contação de histórias se tornasse um momento agradável.

Fazíamos sons que correspondiam às pessoas, animais ou objetos que era mostrado. Exemplos: “tic-tac” do relógio, “au au” do cachorro,  “bi bi” da buzina do carro.

Faça vozes, encene e divirta-se com seu filho!
Alexandre sendo presenteado na Escola pelo Projeto Ler.
Alexandre sendo presenteado na Escola pelo Projeto Ler.

E à medida que o Alexandre evoluía, começamos a trabalhar sua compreensão, fazendo várias perguntas sobre o texto lido, como: Quem? Como? Quando? Onde? Por quê? Para quê? O quê? Qual a cor da blusa? Que animal? Quem são os personagens? Quantas maçãs têm na árvore?. Essas e muitas outras perguntas podem fazer parte desse momento de conhecimento. E fazer uma relação da história lida com o que a criança vivencia no seu dia a dia.

Além disso, os pais podem resgatar os clássicos de sua infância e dividir essas leituras marcantes com os filhos.

Outra coisa também importante deste momento é o mundo imaginário, que lida diretamente com a criatividade da criança.

É importante recontar as histórias, principalmente para as crianças pequenas, para que guardem as mensagens/imagens e criem uma comunicação efetiva e linguística.

Através da leitura já podemos começar a mostrar para as crianças os valores e os limites de cada um na sociedade e com isso criar uma rotina de aprendizagem que vai ser extremamente útil para toda a sua vida.

Momentos prazerosos e que até hoje faz parte da nossa rotina, e a criança adora a participação dos pais e o imita em tudo. Os pais não têm ideia de como é importante à presença da literatura, de ler, na vida dos seus filhos.

Por isso, não adianta ficar esperando somente pela escola. Temos que dar o exemplo!

IMG_20151001_161846
Solte a imaginação e viaje para esse mundo encantado junto com seu filho!

Assistam ao vídeo de Alexandre: Interpretando texto após a Leitura do Livro “Romeu e Julieta”, de Ruth Rocha.

  • Dicas:

Mais uma vez estamos participando do projeto Leia para uma criança #issomudaomundo da Fundação Itaú e já solicitamos nossos livros!

Peça a sua coleção, ela já está disponível no site do Itaú Criança: https://www.itau.com.br/crianca/. Basta acessar o link “Peça sua Coleção” e se cadastrar. Super simples, rápido e gratuito. Eles dão um prazo de cerca de 25 dias para os livros chegarem diretamente na sua casa. A possibilidade de recebimento também depende da disponibilidade do estoque. A Fundação vem distribuindo livros infantis gratuitamente através do site desde 2010. Mas há um número limite de exemplares, se acabar, só no ano que vem. Aproveite!

– No site da Educar para Crescer, tem dicas de “Como Ensinar seu filho que ler é um prazer”. Clique Aqui

20 set

Jornal Ouça a Vida

Veja o Jornal Med-El – Ouça a Vida.

Nesta edição, o jornal traz matérias importantes, como: Reabilitação Auditiva e Implante Coclear em Crianças com Múltiplas Deficiências; Implante Coclear: Uma realidade na terceira idade; e outras novidades sobre implantes auditivos e o mundo da audição.

Boa leitura a todos!

Veja a matéria completa do Jornal: Clique aqui – Jornal Ouça a VidaImageProxy (2)

16 set

Dois anos de Implante Coclear Bilateral do Alê

2015 190

Neste texto buscamos relatar as expectativas, o desenvolvimento e os resultados obtidos com a cirurgia de implante coclear bilateral do nosso filho Alexandre, que em outubro completará dois anos que está ouvindo do lado esquerdo.

A decisão pela cirurgia foi muito conversada entre nós pais, e discutimos às expectativas e os benefícios que o implante bilateral poderia beneficiar o Alexandre, já que ele estava muito bem com apenas um implante.

E decidimos baseados em conversas com profissionais da área e estudos que comprovam os benefícios do segundo implante. Deixando claro que cada decisão é única, e cabe a cada um analisar sua situação e decidir.

Nesse processo conversamos bastante com o Alexandre visando explicar porque queríamos fazer o implante bilateral e também deixando claro, como ele ia ouvir no início após a ativação.

Já na ativação, ele nos surpreendeu com as respostas que obteve com o implante novo, respondendo a vários comandos da fonoaudióloga. Chegando em casa ele nos pediu para falarmos mais baixo e a alegria foi ainda maior.

Com poucas semanas ele já respondia a maioria das palavras que conhecia, usando somente o implante novo, a dificuldade maior era para responder palavras que ele não conhecia, o que foi superado com o passar do tempo, o uso do processador de áudio novo e o estímulo.

Além das terapias realizadas no Centro Educacional do Deficiente Auditivo – CEDAU, continuamos com a nossa rotina de estímulos, brincadeiras e conversas em casa. Tudo que já havíamos feito no primeiro implante. Mas agora o foco principal das brincadeiras e das conversas era baseado na localização do som e no entendimento da fala no ruído.

Fazendo uma comparação com a primeira cirurgia, percebemos que o desenvolvimento e a compreensão da fala é muito mais rápido no implante novo, sem citar o processo de habilitação auditiva que comparado com o primeiro tornou-se muito mais ágil. Não que eu queira dizer que não precisa fazer reabilitação no novo implante, longe disso, mas sim que por ele já ter uma boa memória auditiva e um bom desenvolvimento, tudo ficou mais rápido.

Com o passar do tempo percebemos que o Alexandre faz menos esforço para entender o que falamos, e se cansa muito menos nas atividades escolares.

Além da localização sonora ter melhorado muito, e entender melhor a fala em ambientes ruidosos, outra vantagem é quando as baterias de um dos seus processadores de áudio acaba, ele não fica sem ouvir, pois o outro lado está funcionando, o que ocorre também quando um dos seus processadores precisa passar por manutenção.

Outro fato percebido é que ele não consegue mais fazer a leitura orofacial (LOF) quando está sem os implantes, na hora do banho, por exemplo. Mesmo usando todas as estratégias para que ele continue utilizando esse recurso.

Conversando com uma fonoaudióloga ela nos explicou que agora ele ouve dos dois lados, e é natural que ele não busque mais esse apoio.

Se vocês nos perguntarem se valeu a pena fazer o bi implante, a resposta vai ser sempre a mesma. Sim, deveríamos ter feito antes.

Passados quase dois anos, o Alexandre usa o mesmo mapa nos dois implantes. E as audiometrias feitas recentemente demonstram uma grande evolução nos resultados obtidos com o implante novo e consequentemente uma melhora significativa usando os dois implantes.

As expectativas iniciais tornaram-se realidade com o segundo implante, e já foram alcançadas pelo Alexandre e graças a Deus de uma forma maravilhosa.

Hoje o Alexandre ouve muito melhor, faz menos esforço para ouvir, e na maioria das vezes consegue dizer de onde vem o som. Tudo que desejávamos aconteceu, e ele diz que agora ouve de um modo mais claro e está muito feliz com os dois implantes cocleares.

Nada melhor do que dois ouvidos!

Assistam aos vídeos de Alexandre: O primeiro é na hora da ativação do Implante Coclear Bilateral (lado esquerdo) e o segundo é de 10 meses depois da ativação do novo implante.

 

 

09 set

Matéria do Jornal A Crítica: “Manaus luta por ouvido biônico”

  • Matéria publicada no Jornal A Crítica em 10/08/2008. A reportagem fala do 1º Congresso Brasileiro da Sociedade de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico – Facial da Amazônia Ocidental. O tema central do congresso foi o implante coclear e que na ocasião seria realizada a cirurgia do Alexandre. Para ler a matéria completa:

Clique na imagem para ampliarimage002