Perfil

Olá, Seja bem-vindo!

Muito prazer em ter você aqui no blog, eu sou a Deborah Batalha, casada e mãe do Alexandre. Sou formada em Administração, com ênfase em Gestão da Inovação pela FUCAPI, e cursei MBA em Gestão de Pessoas com ênfase em Estratégias pela FGV.

O nascimento do meu filho me deu a oportunidade de viver experiências novas. Alexandre tem 11 anos de idade, é lindo, amoroso, esperto, inteligente, determinado… e surdo. Ele nasceu com uma perda auditiva profunda bilateral.

Alexandre é usuário de implante coclear bilateral (ouvido biônico). O implante mudou as nossas vidas, hoje nosso filho ouve e fala, e a cada dia nos surpreende com o seu desenvolvimento.

Criamos esta página com o objetivo de compartilhar um pouco da história do nosso filho com o Implante Coclear ao longo desses anos, pois nesse período, famílias e usuários têm entrado em contato para saber como tem sido a habilitação auditiva do Alexandre e principalmente perguntado a respeito do uso e da manutenção do Implante Coclear e de seus acessórios no seu dia a dia.

Neste espaço, trocaremos experiências, informações, postaremos vídeos, dicas, novidades e tudo mais relacionado ao uso do Implante Coclear.

Tudo o que está escrito aqui é a nossa experiência no dia a dia com o nosso filho, ressaltando que cada criança é única, e não cabe nesse processo de habilitação as comparações.

Acredito que este canal será útil para troca e divulgação de informações.

  • A nossa história…

Alexandre nasceu no dia 24 de março de 2006, tive uma gravidez super tranquila.

A descoberta da surdez do nosso filho, foi através do Teste da Orelhinha, com 15 dias de vida, e o resultado apresentou alterações.

O diagnóstico foi dado antes de seus 2 anos de idade: surdez profunda bilateral. Chorei muito, mas só confirmou o que eu vinha percebendo, pois ele não reagia a som de rojões, portas batendo ou objetos caindo próximo a ele.

Logo pensei:

“Não vai ouvir, não vai falar, será que nunca vou ouvir um ‘Eu te amo’ do meu filho? Como será o mundo para ele?”

Em seguida, ele começou a usar o aparelho de amplificação sonora individual (AASI), mas sem resultados. Pesquisando na internet, meu marido viu o implante coclear, então começamos a buscar mais informações.

Descobrimos que aconteceria na minha cidade, em setembro de 2008, o “I Congresso de Implante Coclear do Amazonas”, e que nesse evento realizariam uma cirurgia de implante coclear. Selecionaram alguns pacientes e, para nossa felicidade, nosso filho foi escolhido.

A cirurgia foi realizada no dia 5 de setembro de 2008 e transmitida ao vivo no auditório da faculdade para todos os participantes do Congresso.

Foi a primeira cirurgia gratuita de implante coclear com doação da prótese MED-EL OPUS 2. O otorrinolaringologista Dr. Rudolph Häusler (Berna-Suíça) realizou o procedimento com sua equipe e com profissionais de São Paulo e de Manaus. A cirurgia foi um sucesso.

Um mês depois, a ativação foi feita. Um momento mágico, quando nosso pequeno sorria muito, enquanto eu chorava de emoção ao vê-lo sorrir, alegre por estar ouvindo!

Em seguida, iniciamos a reabilitação auditiva pós-implante, pois ele precisaria aprender a perceber os sons, detectá-los, discriminá-los, reconhecê-los, compreender e adquirir a fala, enquanto nós aprenderíamos a agir corretamente com ele, tudo ao seu tempo.

A reabilitação é um trabalho em conjunto, família, terapia e escola, os três caminhando juntos, sem deixar de lado o amor, a dedicação e muita paciência, pois o implante coclear, apesar de ser uma tecnologia incrível, é só uma parte da solução. Não foi fácil, mas foi uma oportunidade de melhorar a qualidade de vida do nosso garoto, tornando-o independente, motivado e melhorando seu relacionamento social a cada dia.

Os resultados são maravilhosos.

Há três anos, ele fez o implante coclear bilateral, no ouvido esquerdo, e tem melhorado a cada dia.

Hoje, Alexandre é uma criança totalmente integrada ao seu meio social, regularmente matriculado na 6ª série e com ótimo desenvolvimento escolar, participando normalmente de todas as atividades educacionais e esportivas.

Deborah e Francisco Batalha.

Pais de Francisco Alexandre Batalha, usuário de implante coclear bilateral. Idade 11 anos

1º implante: 05 de setembro de 2008, com ativação no dia 08 de outubro de 2008.

2º implante: 03 de setembro de 2013, com ativação no dia 07 de outubro de 2013.